Como funciona a cobrança dos planos do Boleto Simples?

Os planos do Boleto Simples variam de acordo com o número de carteiras de cobrança que podem ser cadastradas e a quantidade de boletos registrados no mês.

Carteira de cobrança é o contrato que uma empresa tem com um banco para emitir boletos. Então, se sua empresa emite boletos pelo Bradesco e pelo Itaú, por exemplo, você vai precisar de um plano com 2 carteiras.

A quantidade de boletos registrados é o número total de boletos enviados na remessa (de todas as carteiras). Se em uma carteira você irá registrar mais ou menos 20 boletos por mês e em outra carteira você irá registrar mais ou menos 70 boletos por mês, sugerimos escolher um plano com 100 boletos por mês.

Caso você precise registrar um número de boletos maior que o limite do seu plano, haverá uma cobrança do valor excedente multiplicado pelo número de boletos excedidos.

O Boleto Simples também oferta a conexão com o banco. Esse serviço é opcional, você pode conectar o Boleto Simples com o seu banco para que a transferência dos arquivos de remessa e retorno seja feita de forma automática, sem interferência manual. Nesses casos é aplicado uma taxa extra ao plano contratado.

Assim, cada plano é formado por 3 valores diferentes:

O valor do plano mensal, o valor por boleto excedente e o valor da conexão com o banco (que é opcional), por exemplo:

1 carteira de cobrança
50 boletos enviados para registro por mês
R$ 50,00/mês - valor do plano mensal
R$ 0,60/boleto - valor do boleto excedente
R$ 0,15/boleto - boleto transferido automaticamente ao banco

 

A cobrança do plano é realizada 10 dias antes do vencimento. Fazemos com antecedência, para que caso ocorra algum problema com o cartão de crédito ou atraso no pagamento do boleto a sua conta não fique negativa e impossibilitando que você utilize os recursos do Boleto Simples.

Esse artigo foi útil?
Usuários que acharam isso útil: 1 de 2
Tem mais dúvidas? Envie uma solicitação
Powered by Zendesk