Como emitir um boleto registrado

Para emitir um boleto, faça o Login no Boleto Simples. Se esse for o seu primeiro boleto criado na plataforma, clique no botão Crie seu primeiro boleto na página inicial.

 

0.PNG

 

Caso você já tenha emitido boletos antes, clique no menu Criar e depois em Boleto.

 

01.PNG

 

Agora você deverá preencher as informações que constarão no boleto.

No campo Quantia, inclua o valor a ser recebido. No campo Vencimento, defina a data para vencimento do boleto.

Em Demonstrativo, inclua as informações sobre o produto ou serviço ao qual o boleto se refere, para o seu cliente ter acesso a elas. Você pode usar TAGS que serão substituídas por seus respectivos valores, como explicamos nesse outro artigo.  

Abaixo do Demonstrativo, inclua as Instruções para o Caixa, como por exemplo orientações sobre onde e como o boleto pode ser pago, a taxa de juros, multa por atraso, contato da empresa e também do banco para dúvidas, etc.

 

03.PNG

 

Logo abaixo, inclua na Multa por Atraso a taxa que será cobrada no caso de atraso do pagamento. Essa multa não aumenta com a quantidade de dias passados desde o vencimento, ela é fixa e depende apenas do valor do boleto. Por exemplo: se o valor a ser pago é R$100 reais e a multa por atraso é de 2%, serão pagos R$2,00 de multa independente de quantos dias houver de atraso.

Ao lado, defina os Juros de Mora Mensal. Ao contrário da multa, os juros são calculados com base no número de dias de atraso. Por exemplo: se os juros são de 1% ao mês, isso significa uma taxa de 0,033% por dia desde o vencimento. O BoletoSimples faz o cálculo automático dos Juros de Mora, somando também a Multa por atraso no valor a ser pago no boleto.


Lembre-se que, segundo o artigo 406 do Código Civil e o artigo 161 do Código Tributário Nacional, em uma relação entre consumidor e fornecedor os Juros de Mora Mensal são limitados a 1%. Também nesse caso, segundo o artigo 52 do Código de Defesa do Consumidor, a multa por atraso de pagamento é limitada a 2%.

 

04.PNG

 

Depois, você pode preencher os campos opcionais escolhendo um Número para identificar esse boleto, e também inserindo a Data em que ele foi criado.

No campo Tipo do documento, você pode escolher diversas opções para a espécie desse boleto. Normalmente se vê nesse campo “DM”, significando Duplicata Mercantil, que é uma ordem de pagamento emitida ao vender uma mercadoria ou serviço que estão representados na fatura, a qual deve ser paga pelo comprador ou tomador dos serviços. Uma duplicata só pode corresponder a uma única fatura e deve ser apresentada ao devedor em no máximo 30 dias.

Já a Nota Promissória, por sua vez, é uma promessa de pagamento parcelado, vinculada a um contrato assinado pelo comprador, que assume a obrigação de pagar o valor do boleto na data determinada no documento.  É bom verificar com o banco qual o tipo de documento que deve ser utilizado. A identificação incorreta não vai impedir que o boleto seja pago e nem que o crédito seja efetuado na conta, mas pode causar, por exemplo, impossibilidade de se protestar o boleto caso seja necessário.

Depois, indique “Sim” ou “Não” no campo do Aceite: ele indica se a pessoa que recebe o boleto o aceitou, ou seja, se assinou um documento de cobrança que originou esse boleto. O padrão é usar “Não” no aceite, pois se escolher “Sim” você só poderá protestar o título se tiver algum documento no qual o pagador reconhece essa dívida.

 

05.PNG

 

O próximo passo é preencher os dados do Cliente, ou seja, de quem receberá o boleto. Inclua o Nome e o CPF no caso de Pessoa Física, ou a Razão Social e o CNPJ no caso de Pessoa Jurídica. Complete também os campos de Email e Telefone, lembrando de colocar o DDD.

Abaixo, complete as informações de endereço do cliente: CEP, Rua, Número, Complemento, Bairro, Estado e Cidade. Todos esses campos são obrigatórios para a emissão do boleto. Se você não quiser completar esses campos todas as vezes que for emitir um boleto, veja aqui como cadastrar os dados do cliente no Boleto Simples.

 

06.PNG

 

Você pode preencher os campos opcionais sobre o Sacador/Avalista. O Sacador ou Avalista é o próprio emissor do boleto: não é obrigatório preencher esses campos sobre o Sacador, pois eles costumam ser utilizados apenas por empresas que efetuam a cobrança de boletos em nome de outras empresas que os emitiram. Nesse caso, os campos devem ser completados com o Nome/Razão Social e CPF/CNPJ do emissor.

Por último, também é possível adicionar Tags ao boleto. As Tags funcionam como etiquetas para identificá-los. Veja aqui como elas podem ser úteis.

Após terminar o preenchimento, clique no botão Gerar um Novo Boleto.

 

 150813.PNG

 

Pronto! O seu boleto foi gerado com sucesso.

No menu acima do boleto você pode clicar em Enviar boleto por email para enviá-lo ao cliente. No menu lateral você pode acompanhar a Situação do boleto, assim como a data de Vencimento dele.  

 

08.PNG

 

Ainda na lateral, lá embaixo estão os links do boleto em diferentes formatos. Você pode copiá-los para compartilhar o boleto como preferir.

 

09.PNG

 

Para registrar os boletos gerados, você terá que baixar o arquivo de remessa. Veja como fazer isso nesse outro artigo.

 

Esse artigo foi útil?
Usuários que acharam isso útil: 0 de 0
Tem mais dúvidas? Envie uma solicitação